Parágrafo Único: Cinco membros eleitos pela Assembléia Geral, para um mandato de dois anos, com direito a uma reeleição.

Art.21º - À Diretoria Executiva compete:

a) cumprir e fazer cumprir as leis, o Estatuto, Código de Ética e Eleitoral do Sindicato, bem como as decisões da Assembléia Geral;
b) administrar o Sindicato e seu patrimônio, com base nas normas previstas na letra “a”;

c) reunir-se sempre que o Presidente ou a maioria dos seus membros a convocar;

d) elaborar o plano de trabalho para a sua gestão;

e) fixar as normas de organização e de execução dos serviços do Sindicato;

f) criar Delegacias Regionais;

g) decidir sobre a inclusão de associados ao seu quadro associativo;

h) autorizar o Presidente a contrair empréstimos; estabelecer convênios com outras entidades; efetuar gastos necessários a gestão da entidade;

i) apresentar à Assembléia Geral, nos prazos definidos, a proposta orçamentária do ano seguinte, com parecer do Conselho Fiscal e a competente prestação de contas;

j) deliberar sobre os recursos que lhe forem interpostos;

k) propor à Assembléia Geral o valor da contribuição dos associados;

l) deliberar sobre o plano de cargos e salários e a admissão de funcionários e contratação de terceiros;

m) nomear a Comissão Eleitoral;

n) criar comissões de estudo do interesse dos Associados;

o) criar, revogar ou alterar atos normativos ou deliberativos;

p) manter relações com entidades nacionais e internacionais, conforme o interesse dos associados;


23 Abril 2018

23.04.2018 - Medida Provisória que altera reforma trabalhista perde a validade (Agência Câmara Notícias) A...

23 Abril 2018

23.04.2018 - Governo estuda decreto para manter alterações na reforma trabalhista (AASP – clipping...

10 Abril 2018

10.04.2018 - “E-SOCIAL” E A SUPOSTA DESBUROCRATIZAÇÃO DO SISTEMA FISCAL, PREVIDENCIÁRIO E TRABALHISTA Em...

 


 

Conferência Internacional do Setor de Serviços - BRASIL/LISBOA

Receba Notícias do Setor